-10%

King Kong

Mais do que a estranha e fantástica história de um símio gigante apaixonado por uma loira, que um grupo de cineastas captura numa ilha misteriosa e leva para Nova Iorque para fins comerciais, o romance King Kong — originalmente um argumento cinematográfico — é uma inteligente parábola aos tempos modernos e ao Homem dito civilizado que, na verdade e em muitos casos, pode ser bem mais feroz e desumano do que um animal monstruoso como Kong. O desenlace final em que este, no topo do Empire State Building, é metralhado pela aviação americana, é disso um exemplo ilustrativo. Olhado também como uma ousada e provocante recriação da fábula de A Bela e o Monstro, King Kong impôs-se no domínio do cinema e da literatura como uma obra apaixonante onde a aventura, a fantasia e o erotismo se combinam de forma única e admirável.

Desconto: 0.50€

O preço original era: 5,05 €.O preço atual é: 4,55 €.

Em stock

Descrição

EDGAR WALLACE, nascido em 1875, este romancista britânico, argumentista e jornalista, produziu as mais populares histórias de suspense, sendo considerado, no seu tempo, o “rei” do thriller moderno. Ao todo escreveu 175 livros, 24 peças e um incontável número de artigos e sketches. Na Inglaterra dos anos 20 Wallace era o segundo autor mais vendido, depois da Bíblia. A sua primeira novela, The Four Just Men, surgiu em 1905, a que se seguiram muitas outras de enorme sucesso, sendo recompensado financeiramente pela sua escrita. Centenas de adaptações cinematográficas foram feitas a partir dos seus romances e peças. Foi convidado para trabalhar em Hollywood como argumentista, sendo a sua última participação no filme King Kong. Morreu a 10 de Fevereiro de 1932, enquanto trabalhava neste filme.
 
MERIAN CALDWELL COOPER, nascido a 24 de Outubro de 1893, na Florida, conhece em 1920 Ernest Schoedsack, formando com este uma das parcerias mais importantes da história do cinema, realizando filmes como Grass (1925), Chang (1927), Gow the Head Hunter (1928). Em 1932 junta-se aos estúdios RKO, tornando-se um dos principais produtores americanos. Durante este tempo, ele e a sua equipa foram responsáveis pelos filmes mais famosos destes estúdios: The Most Dangerous Games, The Phantom of Crestwood (1932), King Kong, Son of Kong, Morning Glory, Little Women (1933), The Lost Patrol (1934), The Last Days of Pompeii (1935). Em 1942, juntamente com o realizador John Ford, forma a Argosy Productions, filmando juntos The Fugitive (1947), Fort Apache e 3 Godfathers (ambos de 1948), Mighty Joe Young (1949), Rio Grande (1950), entre muitos outros. Em 1952 recebe um Óscar pelas suas “muitas inovações e contributos para a arte cinematográfica.” Viria a faleceu a 21 de Abril de 1973 na Califórnia.
 
DELOS W. LOVELACE nasceu em 1894 em Minnesota. Foi jornalista em Nova Iorque, tornando-se posteriormente um escritor popular de contos. Colaborou ocasionalmente com a esposa, a novelista Maud Hart Lovelace.
 
 
KING KONG
Filme realizado por Merian C. Cooper e Ernest B. Schoedsack
 

© RKO Radio Pictures (1933)
 
 
KING KONG
Filme realizado por Peter Jackson
 

© Universal Pictures (2005)

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 14 × 21 cm
Páginas

164

Autor

,

Outros autores

Bernardo de Brito e Cunha (tradução), Delos W. Lovelace (adaptação)

Editora

Idioma

Tipo de produto

Livros

Encadernação

Capa mole

Ano de edição

2005

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.

Também pode gostar…