Eduardo Sucena

A mostrar todos os 2 resultados

Eduardo Sucena dedicou-se durante largos anos ao tema da Olisipografia, tendo escrito obras marcantes como Lisboa, o Fado e os Fadistas (1992), Prémio Júlio Castilho da Câmara Municipal de Lisboa, e o Dicionário da História de Lisboa (1994), este em colaboração com Francisco Santana, além de numerosos artigos. Dedicou-se, também, à história medieval portuguesa, tendo publicado a monografia A Sé Patriarcal de Lisboa – História e Património (2004), e, particularmente, ao estudo das Ordens monástico-militares, tema sobre o qual, para lá da colaboração dispersa por várias publicações, nos deu o livro A Epopeia Templária em Portugal (2008) em que pôs em evidência o papel decisivo das Ordens do Templo e de Cristo na formação do nosso país. Mas o tema que, provavelmente mais o apaixonou, foi o da vida e obra de Camilo Castelo Branco. Leitor incansável das bibliografias activa e passiva deste escritor, acumulou um manancial de informação que lhe permitiu ter uma visão ampla e desassombrada do caso camiliano e constituiu o suporte sólido da obra Calvário e Glória de Camilo (2014).