Mundial de Rugby 2023

Mundial de Rugby 2023

A selecção nacional de rugby voltou a marcar presença, pela segunda vez na história, numa fase final de um mundial. Os “Lobos”, como são conhecidos entre os adeptos portugueses, iniciaram a sua participação no torneio a 16 de Setembro, com uma derrota contra o País de Gales (28-8), a 23 de Setembro começaram a escrever história com um empate (18-18) contra a Geórgia, a 1 de Outubro seguiu-se uma nova derrota contra a Austrália (34-14), e, por fim, a 8 de Outubro, na derradeira partida contra Fiji, alcançaram a tão ambicionada primeira vitória num mundial (23-24). Apesar de a pontuação amealhada não ter sido suficiente para passarem à fase seguinte da competição, os “Lobos” encheram de orgulho a nação portuguesa, muito em particular, os nossos emigrantes em França, país que recebeu este evento desportivo.

Para quem quiser conhecer melhor este desporto sugerimos a leitura do livro O ABC do Rugby, de Charles Kesteven Saxton, ex-jogador neozelandês dos famosos All Black e ex-treinador. O livro foi traduzido e prefaciado pelo Eng.º Vasco Pinto Magalhães, ex-praticante da modalidade e um dos fundadores do CDUL, o clube português com maior tradição neste desporto.
 
 

O ABC do Rugby
O ABC do Rugby

O ABC do Rugby
C. K. Saxton
 
«O rugby é um jogo de ataque e os seus praticantes só podem fazer do jogo um êxito pensando nele ou falando acerca dele em termos de ataque. Não devem nunca encarar um encontro com a ideia de que vão para o campo para defender uma das equipas mas antes meter na cabeça que vão para atacar a outra equipa. Por outras palavras, devem aprender a primeira lição do rugby: “dar o tom”». Assim começa este livro, no qual o autor aborda os aspectos fundamentais do jogo, o seu objectivo, as questões técnicas — como o passe e o posicionamento do corpo —, os princípios tácticos — formação, alinhamento ou reagrupamento —, os jogadores-chave e a importância da união da equipa. Um ABC, portanto, com o fundamental desta modalidade.
 
 

Partilhe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.